UMA HISTÓRIA DIFERENTE

A história do vinho na Araucanía tem início no final do século XIX com a chegada da imigração europeia, a diferença do que aconteceu no resto do Chile, onde a viticultura se inicia no século XVI e com a conquista espanhola.

Famílias imigrantes da França, Suíça, Áustria e Itália, principalmente, se instalaram nestas terras de beleza incalculável, onde a presença dos povos originários marcaria sua existência no meio de um clima frio, húmido e inóspito para a vide. Entretanto, trouxeram com eles a cultura do vinho e cultivaram a vide com a tradição que lhes era própria. Com o tempo, as duras condições climáticas assim como fatores econômicos foram diminuindo este desenvolvimento, que ainda se encontrava em etapa inicial. Entretanto, nas últimas três décadas o vinhedo renasce, abrindo um caminho cheio de luzes para a produção vitivinícola do extremo sul do Chile.

Este ressurgimento se inicia no ano 1995, quando o agricultor Alberto Levy Widmer junto ao seu genro, o enólogo Felipe de Solminihac, plantam Chardonnay na região de Traiguén. Uma aposta visionária que deu origem a um dos grandes vinhos brancos do Chile e com isso, incentivou a recuperação e criação de novos projetos na região.

Em 2018 se cria a Associação de Vinicultores da Araucanía que agrupa a descendentes dos primeiros imigrantes, novos vinicultores e famílias mapuches que começam a recuperar, plantar e vinificar vinhos com grande identidade territorial, dando vida ao que hoje se vislumbra como um novo polo de desenvolvimento da vide vinífera latino-americana, com regiões emergentes como o Vale do Malleco –que desde 2002 é a Denominação de Origem mais austral do Chile– e o Vale do Cautín.

Mapa vitivinícola de La Araucanía

Recorre la región y descubre nuestros viñedos.

Linha do Tempo

La vitivinicultura en esta apartada zona de Chile tiene su origen en la llegada de la inmigración europea a finales del siglo XIX.

Imigração europeia

1880

Começam a chegar à zona, colonos franceses, suíços e italianos, principalmente.

Primeiros assentamentos

1890-1900

Se consolidam os primeiros assentamentos de colonos e com eles surgem os primeiros cultivos de vides.

Uma pausa na produção vitivinícola

1930

Ao longo do século XX, devido às adversidades climáticas e à falta de tecnologia, o cultivo da vide é substituído pelos cultivos tradicionais.

Recuperação

1995

É iniciada a recuperação do vinhedo graças à novas plantações de Chardonnay realizadas por Alberto Levy e Felipe de Solminihac.

Nova Denominação de Origem

2002

É criada a Denominação de Origem Vale do Malleco, a mais austral de Chile.

Ressurgimento

2010

Com a chegada do século XXI inicia-se uma nova etapa na produção de vinhos na Araucanía que busca projeção além de suas fronteiras.

Associação de Vinicultores da Araucanía

2018

Nasce a Associação de Vinicultores da Araucanía que em sua origem agrupa a doze vinícolas da região.

Vinhos da Araucanía

2020

Nasce Vinhos da Araucanía, um projeto associativo entre cinco emergentes vinicultores com a finalidade de projetar seus vinhos no Chile e no mundo.